Nota Oficial da ABLC sobre a opinião incorreta do Ministério da Saúde